A Ibéria mais agreste, representada entre nós pelo nordeste transmontano e em particular pelo Parque Natural do Montesinho, estende-se mais para norte através das Sierra de La Culebra e da Sierra de La Cabrera onde se situa o Parque Natural do Lago de Sanábria.
Localizado na extremidade noroeste de Zamora, a norte de Bragança e inserido no vale do rio Tera, o Lago de Sanábria é o maior lago de origem glaciar da Península Ibérica e um dos maiores da Europa. Cercada por densos bosques de caducifólias, a bonita localidade de Puebla de Sanabria vive o pulsar marcante das estações do ano.
A Primavera surge num fulgor esplendoroso que apela aos sentidos e a uma multiplicidade de aromas por todo o parque. No Outono as encostas cobrem-se de uma miríada deslumbrante de tons de amarelo ocre, vermelho e castanho. Mas é o rigor do Inverno, e a chegada da neve, que dão a esta região um toque de magia e uma beleza encantatória que rivalizam com os bosques nevados do Grande Norte americano.
É esta paisagem mágica que vos proponho descobrir em passeio a pé por caminhos cobertos de neve, ladeados de bosques de carvalhos que teimam em se manter de pé. Nesta terra de lendas, com alguma sorte, teremos oportunidade para avistar algum dos “duendes” que nela habitam: uma raposa, um lobo, um javali, um corço, um veado ou uma lontra.
Deixe-se contagiar por essa magia e parta à descoberta desta região, cuja beleza invernal certamente o irá surpreender.

Deixe uma resposta