A região do Cima Corgo, situa-se entre as zonas de confluência do rio Corgo com o Douro, a jusante, e do rio Torto com o Douro a montante. O vale do rio Torto, que nasce no planalto granítico perto de Trancoso e corre num vale profundo e sinuoso antes de desembocar no Douro, proporciona uma importante variação da exposição das vinhas e um microclima que se faz sentir entre os 450m e os 700m de altitude, originando as condições que estão na origem de alguns dos melhores vinhos da região do Cima Corgo.
Na zona de confluência dos rios Torto e Távora com o Douro, situa-se a Quinta do Seixo. Adquirida à Casa Ferreira pela Sogrape em 1987 e com cerca de 100 ha de superfície total, a produção da Quinta do Seixo baseia-se em 65 hectares de vinhas selecionadas, replantadas em patamares e sob o sistema de vinha ao alto, ideal para zonas com pouca inclinação. A Sogrape, através da marca Sandeman, oferece uma visita guiada à adega, à garrafeira e aos lagares robóticos, complementada por meios multimédia que explicam todo o ciclo de produção do vinho e por uma prova de Vinho do Porto (colheitas selecionadas) numa sala com uma vista panorâmica sobre o Douro.
A Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, situada na margem direita do Douro, data de 1764; em 1999, foi adquirida pela família Amorim, começando a reconversão do espaço e a aposta em fazer vinhos de qualidade, num terroir de eleição. Assim nasceu o conceito do primeiro hotel de vinho em Portugal – o Hotel Rural Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, nascido em 2005, da reconstrução da antiga casa senhorial oitocentista, em plena harmonia com a natureza e a tradição. Nela se produzem vinhos de mesa de referência, premiados internacionalmente, feitos em lagares totalmente mecanizados numa adega moderna e sala de barricas subterrânea onde estagiam os vinhos icon e premium que podem ser provados numa sala com vista panorâmica: são eles o ”Quinta Nova” o “Grainha”, o “Pomares”, e o “Mirabilis” e os vinhos do Porto. Produz-se ainda azeite, compotas e chãs gourmet.
São essas terras, gentes e produtos regionais que VIDABOA vos propõe descobrir, numa época do ano em que a paisagem, mesclada pelos tons de vermelho, amarelo e ocre das vinhas, se torna verdadeiramente encantatória.

Deixe uma resposta