Uma das joias do Parque Natural de Sanábria, localizado na extremidade noroeste de Zamora, a norte de Bragança é o Lago da Sanábria. Inserido no vale do rio Tera, é o maior lago de origem glaciar da Península Ibérica e um dos maiores da Europa. Cercada por densos bosques de carvalhos, amieiros, teixos, azevinhos, bétulas e castanheiros, a bonita localidade de Puebla de Sanábria destaca-se pela sua altiva arquitectura popular. Apesar da sua proximidade em relação ao Parque Natural do Montezinho no extremo nordeste de Portugal, do que dista apenas cerca de 15 quilómetros, toda a região sanabresa é substancialmente mais selvagem, fria e despovoada, um ambiente natural com caraterísticas muito próprias, em especial no Outono em que as encostas se cobrem de uma miríada deslumbrante de tons de amarelo ocre, vermelho e castanho. Terras de lendas, onde habitam o lobo, o javali, o corço, o veado e a lontra, mais fáceis de observar dada a fraca presença humana.

Deixe uma resposta