As indicações que aqui deixamos são meramente indicativas. Cada um saberá escolher o que mais lhe convém.

Tenha presente, no entanto, que a escolha de equipamento adequado à sua caminhada tem uma importância capital para a sua comodidade e segurança. É ainda essencial para que possa desfrutar de todo o prazer da caminhada. Lembre-se que são peças essenciais do seu equipamento: o calçado, o vestuário e a mochila.

O Calçado

Nunca vá para o monte com calçado a utilizar pela 1ª vez. O calçado, seja um bom par de ténis ou umas botas de montanha novos, devem ser experimentados e utilizados durante algum tempo, em casa ou num pequeno percurso que sirva para adaptar a forma do calçado aos nossos pés e antecipar eventuais problemas com o mesmo. Caso sinta alguma pressão nos pés avalie a possibilidade de trocar de calçado e pode sempre prevenir-se com pensos apropriados, à venda nas farmácias, que servem para protecção da pele em zonas mais sensíveis ou até mesmo para colocar em bolhas que entretanto surjam.

Na maior parte dos passeios, em tempo seco e com piso mais ou menos regular, poderá utilizar uns ténis confortáveis serão suficientes.No entanto, na maior parte dos passeios deve calçar botas de montanha, que mantenham o tornozelo firme e que disponham de sola de borracha com rasto e aderência. Para quem está habituado, pode usar botas da tropa ou de cano alto. Calçado com solas de couro, saltos altos e sapatilhas de ginástica de sola fina são totalmente desaconselhados.

Compre um bom calçado: vai sentir-se deveras recompensado pela sua comodidade e conforto ao longo de muitas jornadas. Qualquer calçado que utilize deverá ser resistente, confortável, leve, impermeável, ter sola com relevo, de preferência com sola “VIBRAM”.

Umas boas meias são fundamentais para o aconchego dos pés. Algodão junto à pele e, quando justificar, uma segunda camada de lã, de preferência com cano alto. Mesmo no Verão devemos calçar dois pares de meioas pois diminui-se o atrito. No Inverno, comfrio não deve calçar mais do que dois pares pois aumentaria a compressão dos pés, diminuindo a circulação sanguínea.

O Vestuário

As roupas devem ser cómodas e adequadas à estação do ano. A primeira camada, junto ao corpo deve ser de roupa transpirável em clorofibra uma t-shirt térmica tipo lifa, (a roupa em algodão apresenta o incómodo de, quando suada, levar muito tempo a secar); A segunda camada deve ser constituída por uma sweat-shirt ou forro polar, para o frio pode também ser utilizado uma camisola de lã (nunca utilizar fibras sintéticas tipo viscose).A camada exterior deverá ser um impermeável, com ou sem forro, mas com fecho.

Os impermeáveis com fibra “Gore-Tex” são os mais indicados pois deixam sair o vapor da transpiração. É aconselhável levar sempre uma capa plástica (há capas muito leves e que quase não ocupam espaço na mochila). As calças devem permitir liberdade de movimentos e devem ser leves, resistentes e flexíveis. As gangas são desaconselhadas pois são muito incómodas, pela pouca flexibilidade.

A cabeça, o pescoço e as mãos são zonas muito sensíveis, tanto ao frio como ao sol, pelo que bonés, chapéus, gorros, fitas, lenços e luvas semi-impermeáveis são acessórios imprescindíveis, que, além de úteis, dão sempre um estilo pessoal ao caminheiro.

A Mochila

A melhor forma de transporte é uma mochila. Existem de vários modelos e tamanhos. A mochila é um saco com duas alças, sendo o peso suportado pelos ombros. Para maior comodidade as alças devem ser almofadadas e existir um cinto para aperto frontal. A bolsa principal deve ser arrumada com o vestuário suplementar (caso exista) em baixo e a comida em cima. A água deve ir nesta bolsa (caso se trate de uma garrafa) ou nas laterais no caso de pequenos cantis. Outras bolsas exteriores devem ser reservadas para pequenos equipamentos suplementares. Artigos valiosos ou frágeis (carteira, chaves, bolsa com óculos, binóculos) devem ir na bolsa principal entre o vestuário e a comida. A água pode ainda ser transportada num cantil fora da mochila.

Outros Acessórios

Os óculos escuros protegem da incidência directa dos raios solares e do vento. Protector solar cutâneo e baton para os lábios. Existem batons com diferentes sabores e cores. Para quem sofre de enxaqueca ou dores agudas é aconselhável medicação analgésica adequada. Não dispense a máquina fotográfica (pilhas sobresselentes) e os binóculos. Uma pequena lanterna, papel higiénico, um canivete, um apito e uma pequena farmácia poderão ser ainda uma opção.